sábado, 16 de agosto de 2014

Noticias Nacional

Renata Campos vai a Base Aérea para receber o corpo do marido





O acidente com o avião de campanha de Eduardo Campos caiu em Santos na última quarta-feira.

Pela primeira vez desde o acidente aéreo que matou o ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, sua esposa, Renata Campos, deixou a casa da família, no bairro Dois Irmãos, no Recife. Com o filho Miguel, de 6 meses, no colo e acompanhada dos outros quatro filhos, Renata seguiu, junto com Marina Silva, vice na chapa do PSB à Presidência da República, para a Base Aérea. Eles foram receber os restos mortais de Campos. Também vão chegar logo mais os corpos de três assessores dele. O acidente com o avião de campanha de Eduardo Campos caiu em Santos na última quarta-feira.
Tanto Renata como Marina não falaram com a imprensa. Os filhos Maria Eduarda, João, Pedro e José Henrique vestiam uma camisa amarela com a frase: “Não vamos desistir do Brasil”, dita pelo pai em entrevista dada ao Jornal Nacional na noite da véspera do acidente. A frase será o lema do PSB na campanha daqui para frente, segundo o presidente do partido, Roberto Amaral.
Marina, apontada por Amaral como única alternativa analisada pelo PSB para substituir Campos na disputa até o momento, chegou hoje (16) à casa da família do ex-governador, por voltas das 19h30. Lá dentro, abraçou demoradamente a viúva do companheiro de chapa. As duas se emocionaram, mas não chegaram a chorar, segundo relato do deputado Miro Teixeira (PROS-RJ), que acompanhava Marina Silva.
Os restos mortais de Eduardo Campos, do jornalista Carlos Percol, do fotógrafo Alexandre Severo e do cineasta Marcelo Lyra têm previsão de chegada ao Recife às 23h. De lá, seguirão em carro aberto do Corpo de Bombeiros para o Palácio do Campo das Princesas, sede do governo local, onde será realizado o velório, que será aberto ao público durante toda a madrugada.
Pela manhã, o arcebispo de Recife e Olinda, dom Fernando Saburido, celebrará missa campal de corpo presente. Além da presidenta Dilma Rousseff, que concorre à reeleição pelo PT, do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do presidenciável pelo PSDB, Aécio Neves, e de Marina Silva, 12 governadores já confirmaram presença nas cerimônias. Também são esperados ministros, parlamentares, prefeitos, vereadores, empresários e embaixadores.
O governo do estado já trabalha com a possibilidade de que o funeral reúna mais de 100 mil pessoas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário